Eurotrip 2019: parte 1 - Itália

29 de julho de 2019 - Por On.TheList

Quero contar para vocês sobre a minha última viagem. Vou dividir em 3 posts para ficar mais fácil, separados entre entre Itália, Córsega e St. Tropez. 

Itália, julho de 2019

Dessa vez decidi ficar em Bérgamo na casa do meu primo que é jogador de futebol no time do Atalanta. Ele me emprestou o apartamento enquanto estava no Brasil de férias. Fiquei sozinho e aproveitei para conhecer a cidade, que fica a 20 minutinhos de Milão! 

A minha dica para conhecer Bérgamo é pegar um voo até Milão e alugar um carro ou ir de trem. Eu aluguei um carro antes de ir, ainda no Brasil pela Rental Car. Foi super prático, pois você paga em real e o processo é bem rápido. 

Bérgamo é uma cidade medieval super antiga e cercada por muros. É dividida em duas partes: cidade alta e cidade baixa. 

A cidade alta é mais antiga, toda murada, bem no estilo medieval, com várias construções históricas, de igrejas, ruas bem estreitinhas. Um charme! Tem muitos restaurantes, inclusive um dos que você precisa ir antes de morrer, o Baretto di San Vigilio. Eu não consegui ir, pois eu não tinha feito reserva. 

Portal de Entrada para a cidade Alta! 

 

Já a cidade baixa, onde me hospedei, é mais moderna, uma cidade dos “dias de hoje”. Também cheia de restaurantes bacanas, e comércio!

A cidade alta é cheia de igrejinhas e você precisa conhecer todas, pois são muito lindas. Lugar cheio de histórias! Dá pra subir de duas formas da cidade baixa para a cidade alta. A pé ou de funiculaire. Fui a pé para fazer exercício, mas estava muito calor e me arrependi um pouco.

Na cidade alta você precisa conhecer a Piazza Vecchia e o Palazzo della Ragione. 

Fui numa segunda-feira, um dia mais parado, então não consegui subir na torre do Campanone. Se não me engano, custa 3 euros, e dessa torre você consegue enxergar ambas as cidades. Almocei em um italiano delicioso chamado Mimi, La Casa Dei Sapori. E jantei em um que tinha uma vista linda, San Vigilio. 

Fora a divisão entre baixa e alta, tem ainda a cidade bem alta, nessa parte subi de funiculaire. A vista do pôr do sol nas ruínas no Castelo di San Vigilio é maravilhosa.

 

 

No segundo dia fui para Milão e passei o dia turistando. Fui na Duomo, na Galleria Vittorio Emanuele e depois tomei um sorbetinho no Amorino, que é super famosa pelos sorvetes em formato de flor. (o meu foi um simples sorbet sem lactose) e aproveitei para almocar no Biffi, que também fica na galeria! 

Aproveitei para entrar na Duomo, porque por um milagre não tinha fila, estava bem vazia.

A noitinha voltei para Bérgamo para descansar, pois no dia seguinte, acordei relativamente cedo para ir para Firenze

Me arrependi um pouco, pois queria ter passado mais um dia em Bérgamo. 

A viagem de carro até Firenze dura umas 3 horinhas e apesar da estrada ser super sossegada, seria melhor ter devolvido o carro em Milão e ido de trem para Firenze. Minha dica é essa se você estiver sozinho!

Cheguei em Firenze, deixei as malas no hotel e fui conhecer a cidade. Lá eu tinha companhia porque fui para um casamento. Fiquei hospedado no NH com uma amiga minha, não era muito próximo ao centro e a gente caminhou bastante. 

Quase fizemos a cidade inteira em meio dia, de tanto que a gente andou. O primeiro lugar que fomos conhecer foi a Ponte Vecchio, a mais antiga e a única que ficou de pé após os bombardeios nazistas. Nela fica um comércio de joias, lojinhas de rua e até marcas famosas como Rolex e Hublot. 

De lá fomos conhecer a Duomo de Firenze. Na minha opinião é a Duomo mais linda da vida. Cheia de detalhes e toda trabalhada. Mas não conseguimos entrar, pois estava fechada, e no outro dia tinha muita fila! Julho é alta temporada e é preciso comprar os ingressos com antecedência. 

Fomos assistir o pôr do sol na Piazzale Michelangelo, pois dizem que é o melhor pôr do sol de Firenze. Pelo jeito a cidade inteira vai assistir lá, estava muito cheio. O tempo não estava muito bom, mas valeu a experiência, o lugar é lindo! A noite tivemos jantar de recepção do casamento. 

No dia seguinte fomos no Mercato Centrale di Firenze, dica de uma seguidora. O lugar é maravilhoso, tipo um mercado municipal com dois andares. Na parte de baixo frutas, peixes, carnes, coisas frescas, nuts, verduras. No andar de cima uma mega praça de alimentação com várias coisas legais, como sucos orgânicos, frutas frescas, sorvetes e sanduíches. Muito legal!! Vale super a pena conhecer.

Quando voltamos para o centro de Firenze, almoçamos no Irene, que fica embaixo do hotel Savoy. Depois fomos conhecer o Museu do Gucci, que fica dentro do Gucci Garden, a loja especial da grife, com peças exclusivas que só são vendidas lá. Quem for a Firenze não pode deixar de conhecer a loja e o museu com várias peças icônicas. 

 

Conseguimos comprar ingressos para Galeria Uffizi, mais importante museu da cidade, com acervo com obras de artistas como Leonardo Da Vinci e Michelangelo. Uma dica para quem for à galeria é o café, que tem uma visita maravilhosa para o Palacio Vecchio. A foto fica incrível!

Battesimo di Cristo obra de Leonardo Da Vinci.

Como tenho muita fome, faço muitas refeições por dia. Ainda fui comer pertinho do museu, no tradicional Café Gilli. Foi uma das melhores refeições que eu fiz sem glúten e sem lactose na cidade. 

Tradicional Parma e Melão

 

Frango Caipira e Arroz Negro!

 

A noite fomos no casamento, que aconteceu na Villa Di Maiano, a quase meia hora de Firenze, na Toscana. O lugar é maravilhoso, parece um palacete com um jardim maravilhoso. Foi um casamento super pequeno e especial, para poucos convidados. Começou às 18h e fomos recepcionados com violinos, uma cantora e um belo pôr-do-sol! Tudo regado à comidinhas e bebidas. Lindo e perfeito na medida certa.

O clima estava muito agradável e o jantar foi servido em frente a casa no estilo Toscana. O bolo do casal foi montado na hora, na frente dos noivos e dos convidados, camada por camada, como na tradição do lugar. A festa foi super animada. Tinha um ônibus de leva e traz até a cidade, que saía de hora em hora. Eu fui embora no primeiro ônibus, à 1h, pois tinha voo cedo no outro dia, mas a festa foi até 5h.

Aguardem o próximo post, com meus dias na França.

PKB PKB PKB