Eurotrip 2019: parte 2 - Córsega

08 de agosto de 2019 - Por On.TheList

Quero contar para vocês sobre a minha última viagem. Vou dividir em 3 posts para ficar mais fácil, separados entre entre Itália, Córsega e St. Tropez. 

Córsega, julho de 2019.

Saímos de Firenze rumo a Córsega, uma ilha de território francês, que há muito tempo foi território italiano. Isso explica a população e a quantidade de referências italianas presentes na cidade! É uma parte da Itália na França.

Existem duas formas de ir para lá: avião ou balsa. Optamos por voo porque ficamos com medo de pregar muito trânsito pela balsa, além da viagem de carro ser meio longa, cerca de 7 horas. Pegamos um voo de Firenze até Roma e depois de Roma a Nice. Chegamos lá por volta das 16h e passamos o resto do dia em Nice. A cidade é bem movimentada e aproveitamos para dar uma volta. A noite fomos jantar em um hotel super bacana em Saint-Jean-Cap-Ferrat, o Grand Hotel Du Cap-Ferrat.

Existem dois restaurantes no hotel, um com duas estrelas Michelin e outro que não é estrelado. Optamos por jantar no “mais simples” que mesmo assim era chiquérrimo. A minha sugestão é: vá bem arrumado!! As pessoas estavam impecáveis! O tratamento do pessoal do hotel é maravilhoso e nos sentimos da realeza. Se você chegar mais cedo pode acessar a praia do hotel, mesmo não estando hospedado lá.

No dia seguinte pegamos um voo até Ajaccio, na Córsega. Lá alugamos um carro e viajamos cerca de 4 horas em uma estrada bem tensa, cheia de curvas e pista simples. Mesmo assim eu dormi a viagem inteira... fomos até Porto-Vecchio, onde ficamos 3 noites. O lugar é lindo, uma delícia, com vários restaurantes, uma cidade super charmosa!


Fica pertinho de Bonifacio, onde passamos um dia inteiro na praia, que fica em cima de um paredão de pedra. Lá alugamos um barco! Se você tem Arrais para dirigir barco, é ideal que você leve, pois isso vai te poupar uns bons euros. Eu tenho, mas como não levei, tivemos que alugar um barco com marinheiro para dirigir. Foi uns €670 já negociando. Dividimos em 3, mas dá para ser dividido até em 10 pessoas. No pacote inclui as toalhas, refrigerantes e lanchinhos que eles disponibilizam. O passeio é o dia inteiro. Eles não alugam meio dia. Mas esse é o passeio que tem que fazer. Você conhece toda a costa de Bonifácio, entra em grutas, para em praias, mergulha. É o melhor programa!


Paramos em um hotel para almoçar, no restaurante principal, que era mais focado em frutos do mar. As meninas comeram super bem! Eu pedi um Steak Tartar, que foi uma das coisas que mais comi na viagem por causa das minhas restrições de glúten e lactose. Depois continuamos o passeio, parando em várias praias e fazendo vários mergulhos!

Nessa hora paramos em um banco de areia. Foi a água mais gelada que eu entrei na vida, mais que na Chapada! Mesmo assim foi incrível.

 

Na volta passamos por essa escada, que dizem que foi construída em uma noite para invadir a cidade. Por volta das 16:30 /17h terminamos o passeio e subimos para a cidade por um “bondinho” que você paga a ida e a volta €5. Tomamos um sorbetinho e descemos a escada. A vista é linda! A subida é um pouco puxada, mas vale super a pena!

Voltamos e curtimos o dia no hotel e fomos almoçar no Beach Club Sea Lounge na Praia de Tamaricciu, que é considerada a mais bonita da região. A comida é maravilhosa. Lá alugam cadeira, mas quem tem que montar e desmontar é você! Pagamos €20 a cadeira e €10 o guarda-sol, por pessoa! Mas é aquele lema, quem converte não se diverte!

A noite jantamos em um hotel lindo, o Hotel Casadelmar! Tem um estilo mais campo, muito maravilhoso! No mesmo esquema do outro, com dois restaurantes, um estrelado e outro não. Chegamos mais tarde e assistimos o por do sol na beira da baía, mais ou menos às 21h. Eu comi uma costelinha de porco que estava sensacional!

No dia seguinte acordamos cedo e viajamos umas 3 horas de carro para Calvi. Foi uma viagem super tranquila e eu fui dirigindo. Fica um pouco mais ao norte e a estrada é costeira! Calvi é lindo e nos arrependemos de ficar só 2 noites! Com certeza vou voltar.

Tava tendo um festival de música eletrônica, o Calvi on the Rocks. A maior parte das pessoas são jovens e só vai francês! Tem festas pela cidade toda! Parece um carnaval. Chegamos 15h e fomos para um beach club curtir uma praia e almoçar. Na praia, que é maravilhosa, tem vários beach clubs. Ao fundo da praia tem a cidade antiga de Calvi, em cima de uma pedra, a vista é linda!

Aproveitamos a praia, mergulhamos e nos beachs clubs por perto tinham várias festas! Um povo bem louco. Até pensamos em ir, mas não estávamos muito na vibe! Voltamos para o hotel, pra descansar.

No dia seguinte curtimos mais praia e fomos conhecer a Cidade Alta, que tem alguns restaurantes, mas vale mais a pena almoçar e jantar na cidade de Calvi. A vista é maravilhosa, assistimos o pôr do sol de lá e tiramos vários fotos!

PKB PKB PKB