Dicas da Dra. Joana Iarocrinski para desintoxicar o organismo  

21 de janeiro de 2019 - Por On.TheList

 

 

Com os exageros típicos das festas de fim de ano nosso organismo pode apresentar diversos sintomas, como indisposição, inchaço, dores de cabeça e baixa resistência imunológica, fazendo com que o dia-a-dia seja mais exaustivo que o normal. A má alimentação, em geral, ocasiona essas reações. O ideal para que as funções do organismo se reequilibrem é passar por uma dieta “detox”, que ajuda a limpar as toxinas acumuladas com os excessos alimentares. 

Por isso pedimos dicas para a Dra. Joana Iarocrinski. Segundo ela, a dieta “detox” beneficia o corpo por meio da ingestão de alimentos de fácil digestão e com propriedades depurativas, agindo especialmente no fígado e no intestino, que são responsáveis pela metabolização e excreção de até 80% dos nutrientes e toxinas. Além disso, a “detox” te ajuda a retomar a rotina de maneira adequada, purificando o organismo e dando energia ao corpo, melhorando a digestão e absorção de nutrientes, acelerando o metabolismo e diminuindo a sensação de mal-estar. Ou seja, uma série de vantagens! 

Você pode retomar o equilíbrio com soluções muito simples, confira as dicas da Dra Joana: 

  • Para um processo benéfico em sua totalidade é necessário repousoe voltar a realizar as refeições em horários regulares.

  • Eviteos alimentos industrializados, até mesmo em suas versões light, pois eles têm grande quantidade de sódio e gordura.

  • Prefira os temperosnaturais como o vinagre de maçã e o de limão, que possuem substâncias antioxidantes e fortalecem a imunidade, e o azeite de oliva, que otimiza a eliminação das toxinas e ainda acelera as funções metabólicas.

  • Não se esqueça das fibras, que são carboidratos não digeridos pelo organismo e encontrados em alimentos integrais, que auxiliam o seu bom funcionamento, principalmente na limpeza e regulação do intestino.

  • As frutas, verdurase legumes também devem estar no cardápio, pois são pouco calóricas, mas ricas em nutrientes. Melancia, além de refrescante é diurética; abacaxi auxilia na eliminação de impurezas; gengibre melhora a digestão, fortalece o sistema imunológico e combate a constipação intestinal. A couve estimula a produção de enzimas, ajuda na eliminação de toxinas e é fonte de vitamina B que facilita o metabolismo dos nutrientes. Já as frutas cítricas (limão, laranja, kiwi e acerola) possuem substâncias antioxidantes e fortalecem a imunidade.

  • Já alguns alimentos devem ser consumidos com moderaçãonessa fase. São eles: leite, pães e massas, que devido à presença de lactose e glúten, têm digestão lenta e ação inflamatória, e as carnes vermelhas, que têm maior quantidade de toxinas.

  • Faça exercíciosregularmente. É muito importante que você mantenha o ritmo, porque a massa magra se perde muito rápido com a má alimentação e falta de exercícios.

  • É importante também bebermuita água, já que as toxinas saem do organismo pela urina e suor. Se não houver hidratação suficiente, esse processo fica comprometido.

 a má alimentação e falta de exercícios.

  • E, além de tudo isso, nunca esqueça de consultar um médico especialista antes de começar qualquer atividade física ou dieta! 





Dra. Joana Iarocrinski 
CRM 29397 
Médica Coach em Saúde e Medicina Preventiva

http://joanaiarocrinski.com.br/ 

 

BPK BPK BPK