5 lugares para tomar café em Curitiba com arquitetura afetiva

06 de março de 2019 - Por On.TheList

Há muito mais no hábito de tomar café do que o gosto pela bebida, como reunir amigos, estar em um ambiente agradável e degustar novos sabores e modos de prepar. Isso elevou o número de cafeterias nas cidades brasileiras, bem como o nível dos estabelecimentos. Curitiba não ficou de fora.

Confira essa lista com 5 cafeterias por aqui que são mais que um local para apreciar um café, são espaços que representam a busca das pessoas por ambientes que proporcionem momentos agradáveis e produtivos. O autor dos projetos é o arquiteto Givago Ferentz, que  já realizou mais de 200 projetos de arquitetura voltados para gastronomia e entretenimento.

Café Municipal 

Com mistura estética de armazéns antigos e linguagem industrial, o projeto do Café Municipal abusa de elementos em alta, como os tijolinhos aparentes, pendentes para iluminar e o mobiliário amarelo para trazer alegria para o espaço que fica localizado em frente a um dos pontos turísticos de Curitiba, o Mercado Municipal. (Gen. Carneiro, 1434 - Alto da Glória)

 

Crédito da foto: Fernando Zequinão

Café do Viajante

Peças de restauro, arte urbana personalizada, texturas e elementos pretos que conversam com o estilo industrial aliado a temática de viagem, fazem do Café do Viajante um doscafés mais aconchegantes da cidade. (Comendador Fontana, 229 - Centro Cívico)

Crédito da Foto: Robson Franzoi

Kimi Café

Cores divertidas, elementos dinâmicos, nichos interativos e um balanço ao invés de cadeiras ocupam um espaço idealizado para resgatar a criança que mora em cada pai e mãe. O Kimi Café conta ainda com barracas e brinquedos para os pequenos aproveitarem o espaço enquanto os pais tomam café. (Alferes Ângelo Sampaio, 2192 – Bigorrilho)

Crédito da foto: Fernando Zequinão

Café Mansué

O conceito de arquitetura contemporânea e estilo industrial se encontram no projeto do Café Mansué, que tem como destaque o teto com vergalhão desenhado exclusivamente para o espaço. O uso dos elementos de madeira e concreto transmite sensação de harmonia e aconchego. (Av. Rep. Argentina, 1237 - Água Verde)

Crédito da foto: Fernando Zequinão

Confeitaria Anne Schuartz

Com estilo industrial mesclado com o rústico, o projeto da Anne Schuartz Sweet Maker  tem como proposta conectar o usuário com o passado.  Madeira e tijolos aparentes trazem essa atmosfera ao espaço. A ideia é que o cliente entre e se sinta em uma casa familiar antiga, usando esse lado sentimental para proporcionar ao usuário uma experiência única. (Alameda Pres. Taunay, 1045 - loja 4 – Bigorrilho)

Crédito da foto: Fernando Zequinão

 

 

BPK BPK BPK